29/05/08

Tipos de cravação em jóias I

Cravação com garras: a gema é presa à jóia de prata ou ouro através de garras. Podemos ter três, quatro, cinco ou seis garras. O acabamento das garras pode ser variado.

Cravação inglesa: a gema é presa à jóia de prata ou ouro por um aro de metal que exerce pressão em toda a volta.

Cravação Inglesinha: é feito um furo na chapa onde a gema é colocada e fixada pela prata ou ouro , que é empurrado por todo seu contorno.

Cravação Pavê: a cravação em pavê é uma pavimentação da superfície da jóia de prata ou ouro com gemas, normalmente calibradas (tamanhos uniformes), dispostas muito próximas, cobrindo toda a superfície desejada. As gemas são acomodadas em furos e presas à placa por pequenos grãos de metal, que são levantados usando-se o buril. Muito usada na alta joalheria.

Cravação grão: mesmo processo utilizado na cravação pavê. No entanto, é usado para engaste individual de gemas. Uma caixa é entalhada, e a gema emoldurada com auxílio do buril.

Cravação trilho ou carrê: as gemas são colocadas enfileiradas entre dois “trilhos” paralelos de metal, e fixadas entre o sulco feito nas laterais internas do metal e a borda superior do trilho.

Cravação bigodinho: esta cravação é feita assentando-se a gema em um furo na chapa de metal. Quatro “bigodinhos” são cortados da chapa de prata ou ouro e levantados para fixar a gema.

0 Comments: